13 de outubro de 2010

VIOLÊNCIA DOMESTICA CONTRA CRIANÇAS

De: Danilo César


Ontem dia 15 de Outubro de 2010, eu estava com minha esposa almoçando, pois viemos abrir a loja ... estavamos almoçando quando em um programa desses da tarde vimos a reportagem da menina Joana que foi morta supostamente pelo pai ... acompanhe a reportagens pelo jornal folha:

Babá diz ter visto menina Joanna amarrada na casa do pai antes de entrar em coma   por:DENISE MENCHEN

Uma babá que trabalhou por cinco dias na casa do serventuário da Justiça André Marins, 41, disse em depoimento à polícia do Rio ter visto a menina Joanna Marcenal Marins, 5, "deitada no chão, amarrada com uma fita-crepe nos pés e nas mãos e toda suja de xixi e cocô".

A menina morreu em agosto, após passar quase um mês em coma. A mãe dela, a médica Cristiane Marcenal Ferraz, acusa o pai de maus tratos. Ele nega.

Segundo o depoimento, o pai explicou à baba que a criança estava naquelas condições por "recomendação médica" devido a uma crise convulsiva que tivera na véspera. Laudo preliminar do IML (Instituto Médico Legal) aponta que Joanna teve uma meningite.

Na segunda-feira seguinte à contratação da babá, Joanna foi internada em coma no hospital Amiu, em Botafogo, depois de ser atendida e liberada ainda desacordada por um falso médico que atuava em uma clínica da Barra da Tijuca. Alex Sandro da Cunha Souza teve a prisão decretada, mas está foragido.

"Se houve mesmo meningite, e se foi meningite viral [informação divulgada pelo jornal "O Globo", mas não confirmada pelo IML], a Joanna morreu por causa das condições em que estava, porque meningite viral quase nunca leva à morte", disse a mãe, que acredita que ela estivesse com a imunidade baixa devido aos maus tratos. "Isso tudo está me causando uma revolta insuportável. Não consigo imaginar o que a minha filha passou naquela casa."

A polícia procura agora outras duas babás que teriam trabalhado na casa de Marins durante o período em que Joanna estava lá. A guarda da menina foi transferida provisoriamente para o pai no fim de maio --a juíza disse ter tomado a decisão com base em um laudo psicológico que atestava que Joanna sofria de síndrome de alienação parental, presente quando a criança é submetida a uma campanha para afastá-la de um dos genitores.

Agora a pergunta que não se cala ??????? COMO ALGUÉM PODE FAZER ISSO COM UMA CRIANCINHA INDEFESA ???????
 
Jesus disse que nos finais dos tempos o amor de muitos se esfriaria !!! mais um PAI ??? como tem coragem ... não tem explicação, não tenho nem palavras ...
 
Minha esposa não conhecia o caso em detalhes e ficou chocada ... como também fiquei, por isso queridos amigos denuncie a pedofilia, a violência doméstica contra crianças e adolecentes ... e vamos fazer um Mundo melhor, cheio de amor, espalhe a corrente do bem, do amor, ensine seus filhos dos caminhos de Deus, para que depois de grande não se desvie deles e sejem assim adultos melhores, pais e mães melhores na sua vida adulta, ensinem seus filhos o caminhos de Jesus pois só ele e a solução.
 
Que Deus consele o coração das mães e pais que já sofreram algo parecido, algo semelhante, que Deus esteja com todas as crianças ... inclusive as que estão em um leito de dor, em um hospital desenganada pelos médicos ... nós aqui da Costa & Barreto ajudamos e aconselhamos doações para hospitais do cancer como o GRAAC e o ou dentre vários existentes  ...
 
 
Por Danilo César

Nenhum comentário:

Postar um comentário